COBRE FÉRTIL


COMPOSIÇÃO: Composto Cálcio+Cobre Estabilizado pH 7

Registro no MAPA SP-90.934 10.000-2

MODO DE USAR: As dosagens recomendadas abaixo, deverão ser diluídas de maneira que se faça aplicação homogênea. No uso de micro e macro-nutrientes, a pró mistura deverá ser feita separadamente. Via aérea utilizar no mínimo 20L/calda por hectare.


FINALIDADE: Fertilizante foliar. Eficiente no controle de várias doenças das plantas. Calda estabilizada, não flocula.

RECOMENDAÇÕES: Produto apropriado para agricultura tradicional, orgânica e plantas perenes.

Vantagens do COBRE FÉRTIL:

Protetor de Folhas:

- Ação física e química para evitar a instalação de doenças e repelência contra pragas;
- Forma camada protetora nas folhas e frutos, contra doenças e pragas;
- Alta resistência á lavagem pelas chuvas, superior aos produtos protetores convencionais;
- Aumenta a resistência da planta à insolação e seca;

Promove a resistência da planta e dos frutos:

- Reduz o teor de aminoácidos totais e solúveis na seiva da planta;
- Promove a proteossíntese, com redução dos aminoácidos e açúcares redutores produzidos nos períodos de desenvolvimento e em momentos de estresse, desequilíbrios naturais e problemas de manejo, reduzindo desta forma o alimento dos fungos;
- Melhora a qualidade dos frutos: Conservação, Regularidade de Maturação e Aumento do teor de açúcares;
- Reduz as chances de promover resistência nos fungos, pois age de forma a fortalecer a resistência natural das plantas;

Fornecedor de nutrientes essenciais:

- Cobre: Equilibra a absorção e metabolismo do Nitrogênio na planta, aumenta o vigor;
- Cálcio: Fortalece e da resistência aos tecidos vegetais;
- Enxofre: Promove o melhor aproveitamento do Nitrogênio, forma aminoácidos sulfurados e aumenta a resistência a ácaros;

Vantagens operacionais e segurança:

- Controle eficiente e de baixo custo das principais doenças dos cultivos;
- Garantia de obtenção de um produto com pH equilibrado, seguro e eficiente para as plantas;
- Facilidade de manuseio, sem riscos de intoxicação pelo operador;
- Não afeta a vida do solo (micorrizas, fungos decompositores, entomopatógenos) e não agride a vida silvestre;
- Proporciona a produção de alimentos sem resíduos químicos tóxicos;

NIVEIS DE GARANTIA:

Cu........................................................... 7 %
Ca. ......................................................... 3 %
S............................................................. 3,3 %

NATUREZA FÍSICA: Suspensão Homogênea Líquida
pH DO PRODUTO: 7,0
DENSIDADE: 1150 mg/mL
CLASSIFICAÇÃO: Fertilizantes Orgânicos Compostos à Classe A
MATÉRIAS PRIMAS: Cobre e Hidróxido de Cálcio.

CONCLUSÃO TÉCNICA:

- um produto que vem ao encontro dos mais modernos conceitos de agricultura sustentável, livre de resíduos químicos tóxicos;
- Promove o equilíbrio da planta e proporciona maior segurança no controle das doenças;
- Como é constituído de nutrientes essenciais para as plantas, quando usado corretamente, promove aumento de saúde em todos os organismos do ambiente;
- De fácil e rápida operacionalização, sempre se obtém uma calda padronizada e segura para uso;

OBSERVAÇÕES:No versão, em estufas e plantas novas, reduzir a dosagem em 50%. Não aplicar com folhas molhadas. Ocorrendo chuva após 2 horas da aplicação, repetir a aplicação.

DOENÇAS: Para outras culturas não citadas na tabela abaixo, vai melhorar a resistência das plantas para as seguintes doenças: Rubelose, Melanose, Gomose, Verrugose, Revestimento Fúngicos, Ricketsia, Septoriose, Pinta Preta, Antracnose, Mancha-do-olho-de-rá, Cercosporiose, Míldio, Podridão de frutos e Mancha Púrpura.

PRAGAS: Da para a planta resistência também é diversas pragas, tais como: Vaquinhas, Angolinhas, Cigarrinha Verde, Cochonilhas e Trips.

PRECAUÇÕES: Aplicar COBRE FÉRTIL com elevada pressão de pulverização (150 lbs) em período fresco e sem chuvas (aplicar de manhã e a tarde), com agitador ligado, nunca aplicar com as folhas molhadas.

TOXICIDADE: Evitar contato com a pele, utilizar proteção anti-corrosão para o equipamento de pulverização.

FORMULAÇÃO: Sulfato de Cobre, Cal Virgem e água com pH final entre 7,0 e 7,5.

APRESENTAÇÃO:
Embalagens de 1 L; 5 L e 20 L



Tabela

  




Cultura

Período de Aplicação

Qtd Aplicações

Dosagem (litros p/100 L de Água)

Doenças

 

Abacate

Pré Florada

1

0,6 a 0,8

Verrugose, Antracnose, Cercospora, Oídio

 

Pós florada

1

 

Demais Aplicações

30 - 60 dias

 

(Abóbora) Cucurbitáceas

Crescimento

7 em 7 dias

0,3

Antracnose, Oídio e Míldio

 

Pós Florescimento

 

0,4 a 0,5

 

Acerola

Pré Florada

1

0,4 a 0,5

Pinta preta, Antracnose, Cercosporiose

 

Frutificação

1

0,4 a 0,5

 

Algodão

No Desenvolvimento, ou 1º sintoma

3

1,0 a 1,5

Fusariose, Murcha-verticular, Romulose

 
 

Alho

Crescimento

3

0,8

Mancha Púrpura e outras manchas foliares

 
 

Amendoim

Pré Florada

1

0,6

Murcha-de-Sclerotium, Pinta preta, Verrugose

 

Pós florada

 

Arroz

Desenvolvimento

2 (30 Dias)

0,5

Brusone, Manchas Foliares, Escaldadura da folha, Crestamento e manchas dos grãos

 

Pós Florada

1

0,6

 

Batata

Muda c/ 15 cm

1

0,4

Pinta preta, Requeima e doenças bacterianas

 

5 à 7 dias após 1o

0,4

 

5 à 7 dias após 2o

0,8

 

5 à 7 dias após 3o

0,8

 

Intervalo de 7 dias

 

0,8

 

Beterraba

No 1o sintoma

7 a 14 dias

0,6

Cercospora e Podridão Preta

 
 

Café

Setembro a Abril

3 a 6 aplicações

0,75 a 1,0

Ferrugens, Manchas foliares e cercosporiose

 
 

Caju

Período vegetativo

2

0,8

Antracnose, Ferrugem, manchas nos frutos

 

Pós Florada

1

0,6

 

Caqui

Pré brotação

1

0,75

Antracnose, Cercosporiose e Micosferela

 

15 dias pós queda da folhagem

1

0,3

 

30 dias

2 (30 Dias)

0,5

 

Novembro a Março

1

0,6

 

Cebola

Desenvolvimento

1 (30 dias)

0,75

Mancha Púrpura e outras manchas foliares

 
 

Cenoura

No 1o sintoma

1 (30 dias)

0,75

Mancha Púrpura e outras manchas foliares

 
 

Citros

Pré Florada

1

0,45 a 0,6

Verrugose, Melanose e Rubelose

 

Pós florada c/75% queda Flor

1

 

Alta Incidência

1 a 2

 

Côco

No 1o sintoma

1 por mês

0,8 a 1,0

Helmintosporiose

 
 

Figo

Período Vegetativo

Entre 10 a 15 dias

0,3 a 0,6

Ferrugem, Antracnose, Manchas dos Frutos e Podridão

 
 

Folhosas (Hortaliças)

No 1o sintoma

1 a 3

0,2 a 0,4

Míldio, Podridão de Esclerotínia e Alternária

 
 

Goiaba

Até fruto de 3 cm

7 a 15 dias

0,3 a 0,5

Verrugose, Ferrugens e Antracnose

 
 

Maçã e Pêra

Pré Brotação

1

0,5

Sarna, Entomosporiose, Oídio, Antracnose

 

Pós Florada

frutificação

0,3

 

Macadamia

No 1o sintoma

3

0,4 a 0,75

Manchas Foliares

 
 

Mamão

No 1o sintoma

3

0,5

Varíola, Antracnose, Oídio

 
 

Manga

Pré Florada

1

0,75

Antracnose, Verrugose e outras doenças

 

Pós formação dos frutos

2

 

30 a 30 dias

 

 

Maracujá

Fase de Crescimento

1 a cada 7 a 15 dias

0,75 a 1,10

Antracnose, Verrugose, Septoriose,Alternariose e Bacteriose

 
 

Milho

No 1o sintoma

1 a 3

0,6 a 0,8

Ferrugem, Enfezamento, Carvão, manchas foliares

 
 

Morango

Até floração

15 a 30 dias

0,4

Micosferela, Antracnose

 
 

Nêspera

No 1o sintoma

1

0,3 a 0,6

Entomosporiose e Manchas Foliares

 
 

Noz Pecã

No 1o sintoma

1

0,4 a 0,8

Manchas Foliares

 
 

Pastagens

No início das chuvas

1 a 2

0,6 a 0,8

Manchas Foliares, após adubação N, brotação nova, Melhora Fertilidade do Gado

 
 

Pupunha

No 1o sintoma

3 a 6 p/ano

0,8 a 1,0

Antracnose, Helmintosporiose, Phytophtora, Phomopsis, Fusarium

 
 

Soja

No 1o sintoma e repetir a cada 30 dias

2 a 3

1,0 a 1,5

Ferrugem, Oídio, Antracnose, Crestamento, Manchas foliares, Mela

 
 

Solanáceas (Berinjela, Jiló, Pimentão e Pimenta)

No 1o sintoma

7 a 15 dias

0,3 a 0,6

Antracnose, Ferrugem, Mancha de Estenfilio, Pinta Preta, Podridão Preta dos Frutos e Requeima

 
 
 
 

Tomate

No viveiro com 4 folhas

7 a 7 dias

0,25

Requeima, Pinta Preta e Septoriose

 

Fase Adulta

7 a 7 dias

0,8

 

Trigo

Desenvolvimento

1 a 3

0,6 a 0,8

Brusone, Ferrugem, Oídio, Mancha Foliares

 

No 1o sintoma

 

Uva Fina

Pré Brotação

1

0,5

Míldio, Antracnose, Podridão Amarga, Podridão Negra e Podridão Uva

 

Inicio da Brotação

1

0,3

 

Anual

7 a 7 dias

 

Uva Niagára

Pré Brotação

1

0,2

Míldio, Antracnose, Podridão Amarga, Podridão Negra e Podridão Uva

 

Inicio da Brotação

1

0,3

 

Anual

7 a 7 dias

 



Rua Ângela Berbel Pagano, 06 - Jd. Alvorada II - CEP 14140-000 - Cravinhos - SP - (016) 3951-7169 || 3951-8833 - E-mail: basefertil@basefertilagricola.com.br